domingo, 29 de novembro de 2009

O tempo passa..

À medida que os anos passam e te vão cortando os sonhos acabas por aprender a não sonhar, a não fazer planos para o amanhã e simplesmente viver cada momento de cada vez, aprendes a esperar o incerto.
Tornas-te num "pés no chão". O céu não é para ti não, já caíste de bem alto, uma, duas, três vezes.. e as quedas deixam marcas, machucam...
O teu dia-a-dia é um presente com mistura de um pretérito perfeito e imperfeito...
Quanto a algumas pessoas abres mão para que se tornem naquilo que semearam. Outras não, simplesmente estão no coração, tão alojadas que não é possível sequer pensar em lhes dizer adeus, não existe despedida possível, elas vão ser para sempre tuas e tu para sempre delas, nem que o sempre seja apenas no coração...
O meu pedaço:

1 pedaços:

Anónimo disse...

Nunca desistas...

Há flores que crescem entre duas telhas, com as raízes aconchegadas entre meia dúzia de grãos de terra que o vento arrastou. E talvez sejam mais verdadeiramente belas do que as outras, que alguém colocou num grande e belo jardim e regou-as abundantemente durante o estio até que se cobrissem de cores e aromas.

Com os Homens acontece algo de muito semelhante. Quando parecem existir todas as condições para que um Homem se desenvolva harmoniosamente, cheio de virtudes e qualidades, sucede frequentemente que esse Homem se torna mole e falso. E que a sua beleza acaba por não passar de aparência.

O Homem "nobre" vive do que dá; enfrenta as dificuldades; não tem receio de ir contra a corrente, e tu és assim, NOBRE, lutas pela tua felicidade, mas não podes desistir, tu es forte, e eu sei. Todos perdemos forças de vez em quando, mas não somos nós que as perdemos? Sim, somos! Então também conseguimos recupera-las. Temos é de acreditar. Acreditar e muito importante.

Never give up nê...*