segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Dia-a-dia...

Arrepio-me cada vez que penso em vocês, cada vez que vos quero sentir aqui e não estão presentes... Uma dor impossível de descrever invade-me, invade-me por dentro e mata-me aos poucos e poucos...
As lembranças nunca vão chegar, nunca...
E eu não quero lembrar, isso é muito pouco, eu quero viver...
O meu pedaço:

0 pedaços: