sábado, 24 de outubro de 2009

Tempestade...

É esta tempestade que faz o meu caminho num lamaçal, que o cobre de poças... O céu fica escuro, faz a minha alma ficar escura e enregela-me o corpo... Surgem trovoadas que me fazem esconder debaixo dos cobertores como se ali nada me acontecesse, fazem do meu quarto o meu pequeno refúgio... Cai chuva, tão forte que me molha e que faz com que as minhas lágrimas se dissipem como se também elas fossem chuva... E o nevoeiro, esse faz com que eu não consiga ver para além dele, faz-me sentir tão impotente pelo que quero ver e não consigo...

Será que esta tempestade algum dia irá passar? Só pergunto quando... Já não seria mau se pelo menos abrandasse..
O meu pedaço:

0 pedaços: