quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Natal.

Durante muito tempo adorei o Natal e as emoções que com ele trazia atreladas... ignorante desconhecia que isso tudo não passava de meras fantasias que mais tarde ou mais cedo o destino quebra.
Mesmo que não queiramos vamos ter sempre de levar com as músicas de Natal, com os enfeites e os votos (isto quando não são falsos) de um Feliz Natal!
Nestes anos aprendi a passar pelo Natal e a fazer de tudo para que ele corra bem, ainda que por dentro me traga um sentimento de vazio e saudade imensa que nunca ninguém irá conseguir apagar! Mais um ano, mais saudade, mais vazio, mais lágrimas... mais tudo o que devia ser menos e menos quem devia cá estar, ao nosso lado, para abraçar até sufocar.

E eu, teimosa, insisto sempre no mesmo pedido de Natal: vocês aqui, bem perto de mim.
O meu pedaço:

0 pedaços: