segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

HB MUM

"(...)O tempo vai passando mas não muda a tristeza
Quero ouvir de novo as palavras que sussurraste
Relembrar-me dos segredos que me confiaste(...)

Quem me dera que voltasses e ficasses para sempre(...)

A saudade aperta e não dá pa ignorar
A dor fica cá dentro como uma ferida por sarar
Recordo bons momentos que contigo passei
Mas a tua partida foi algo que nunca imaginei(...)
Faço a solidão o meu companheiro diariamente
Quando sonho que voltaste e ficaste para sempre

Quando partiste simplesmente ficou um vazio cá dentro
Mas a distância não mudou o meu sentimento(...)
Quantas lágrimas chegaram nas folhas destes cadernos

Houve tanta coisa que ficou por dizer
Duvido que compreendas aquilo que me faz mais sofrer
A mágoa cá dentro, carrego sempre comigo
Dava tudo pa voltar a rever o teu sorriso(...)

Houveram tantas coisas que ficaram por ser ditas
Tantas lágrimas que chorei em forma de tinta (...)

Ao me lembrar de ti ganho forças pra lutar
E encarar a vida injusta que tenho de enfrentar

(...)Adormeço a pensar em ti e acordo contigo no pensamento
Imaginando que regressas a qualquer momento
A esperança não morre quando acordo a fantasia
Reencontrar-te era tudo o que eu queria

(...)Para um mundo diferente que um dia sonho encontrar
Ter-te do meu lado sempre que eu precisar
Nos momentos difíceis estejas lá pra me apoiar
Mas a esperança que eu guardo é o que me faz acreditar

No mundo que não me aceita por muito que eu tente
És o meu refugio, carinhosa e sorridente
Se te perder só espero que me encontres um dia
Mas até lá... ainda te amo(...)."

Xeg - Ainda te amo

Queria estar contigo, fazer-te um bolo e poder cantar-te os parabéns. Nisto tudo falta o mais importante, tu! Mas eu sei que, apesar de tudo, estás connosco.
Amo-te, para sempre!
O meu pedaço:

0 pedaços: