quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Ano Novo...

Não preciso de pessoas invejosas na minha vida... Nem sei na verdade porque o são. Será que queriam ter a minha vida é isso? Não gabo a minha sorte na vida, com toda a certeza. Não preciso de pessoas que me queiram deitar a baixo na minha vida... Para quê deitar a baixo? É giro? Tem piada? Não sei qual é a necessidade de ver outras pessoas mal, mas há sorrisos que dependem disso... Chega de criancices, a idade da infantilidade já passou ok?!

Aproxima-se um Ano Novo e as minhas espectativas não são nem as melhores, nem boas, nem as que eu desejaria alguma vez...
Simplesmente mais um ano sem aqueles que me fazem falta em todos os minutos, mas com certeza mais um ano a que vou sobreviver, mal ou bem. E a esperança talvez seja de que o adjectivo péssimo não predomine.
O meu pedaço:

3 pedaços:

Silvia disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Silvia disse...

não tenhas expectativas em relação a nada, às vezes sabe bem durante um tempo deixarmo-nos guiar, sem rumo ou certeza de um destino ou paragem. acredita que estou a gostar de te ir conhecendo aos bocadinhos e vou estar sempre do teu lado, sempre que precisares, por mais que não seja para as brincadeiras e as gargalhadas do costume que tanto gosto de partilhar contigo. um beijinho*

_i[NE]s_ disse...

Obrigada por todas as gargalhadas :)